Vitória da Conquista dispensará jogadores com suspensão do Campeonato Baiano
Por Guilherme Barbosa
12:01 | 17/03/2020
Foto: Luciana Flores | Ascom ECPP

A suspensão do Campeonato Baiano por tempo indeterminado pode ter colocado um fim na disputa deste ano. Após ser informado pela Federação Bahiana de Futebol (FBF), o presidente do Vitória da Conquista informou que o clube vai dispensar seus jogadores. “Acabou o campeonato. Não vamos esperar nada, a gente vai estar liberando todos os jogadores”, disse Ederlane Amorim.

Ele explica que não acredita na possibilidade de retorno do Baianão. “A gente não crê que esse campeonato volte. Por mais que você pare 15, 20 ou 30 dias, ninguém vai ficar treinando. Como é que depois você vai voltar esse campeonato sem a equipe estar treinando? No meu entender o campeonato acabou, não tem previsão de voltar, essa volta não vai ser em uma semana, quinze dias”, disse o presidente do Vitória da Conquista, explicando ainda que a maioria dos atletas tem contrato com o clube somente até o mês de abril.

De acordo com Amorim, o fato é que o futebol do Vitória da Conquista ficará paralisado. “A partir de hoje o futebol do Vitória da Conquista também para. Tanto o profissional quanto o Sub-20, ambos os campeonatos estão suspensos”, explica.

Sobre como ficará a definição da classificação final do certame, Ederlane disse que a FBF ainda não informou a sua decisão. “A gente não sabe se vai ser mantida a classificação atual, se vai ser rebaixado quem está lá embaixo, e os quatro primeiros (ficarão) no G-4 , isso a Federação não soube informar, vai esperar uma orientação da própria CBF, já que a maioria dos estados está com esse mesmo problema”, analisou o mandatário alviverde.

Apesar dos efeitos extra-campo, com impacto no planejamento técnico e financeiro do clube, Ederlane Amorim classifica a decisão da FBF como “prudente”, uma vez que envolve uma questão mundial de saúde. “Nessa hora a gente não tem nem que medir o impacto. Teremos consequências no planejamento em si, na competição, impacto técnico, impacto financeiro, não sabemos a questão da Série D também. Você fica um tanto que engessado para a tomada de decisões em relação a expectativas futuras do clube. Mas isso aí tem que ser secundário. Eu acho que foi prudente o cancelamento da competição, ninguém está com cabeça para essa questão esportiva nesse momento”, finalizou Amorim.

Receba todas as notícias no seu WhatsApp!
Cadastre-se e faça parte da lista de transmissão do Diário Esportivo!