EDITORIAL: A FBF precisa enxergar que o Coronavírus é uma ameaça real
Por Igor Novaes
10:46 | 16/03/2020

“Jogadores e técnicos não são imunes”, com essa frase de Renato Gaúcho, técnico do Grêmio, já bastaria para explicar o óbvio. A Federação Bahiana de Futebol, porém, demora em se posicionar sobre os rumos a serem tomados para o Baianão.

Na Europa, atual epicentro da pandemia, todas as competições organizadas pela UEFA e os principais campeonatos nacionais do continente estão paralisados, como não poderia deixar de ser. Nos Estados Unidos, além da Major League Soccer, a NBA também está suspensa. Na América Latina, a CONMEBOL suspendeu a Libertadores e a Copa Sul-Americana e até mesmo a CBF já anunciou a paralisação de seus campeonatos, mas por quê aqui na Bahia ainda não temos nenhum posicionamento sequer?

Nossos vizinhos mineiros já decidiram por paralisar seu campeonato. Rio e São Paulo deve seguir a mesma tendência, mas a FBF precisa ter uma definição com ou sem a concordância dos clubes, ou o plano é esperar virar uma catástrofe sem precedentes?

O legítimo protesto de jogadores do Grêmio contra a não-paralisação dos estaduais em meio a ameaça do covid-19. (Foto: Jornal do Commércio).

Recebemos a informação que a FBF buscou a opinião dos presidentes de clubes da 1ª divisão, mas lembramos que já temos 9 casos confirmados do novo coronavírus no estado e o único jogo do estadual neste fim de semana contou com 1.954 pessoas para assistir a vitória do Jacuipense sobre o Vitória no Valfredão. Seria isso uma atitude prudente? Em tempos de pandemia, todo cuidado é pouco.

Portões fechados não resolvem, ainda haveriam diversos profissionais expostos à ameaça, entre jogadores, técnicos, comissão, funcionários de clubes, estádios, profissionais de saúde e segurança, além de nós, da imprensa. A FBF precisa tomar uma atitude enérgica com urgência.

Se ao fim do dia, a decisão for de continuarmos com o campeonato, ficará o lamento, mas também o nosso compromisso de buscar informar o torcedor mesmo custando uma evitável exposição e se a FBF acertadamente decidir pela paralisação, fica o nosso aplauso porque é o mais prudente a se fazer.

No mais, que não nos falte o álcool em gel. Essa fase há de passar.

Receba todas as notícias no seu WhatsApp!
Cadastre-se e faça parte da lista de transmissão do Diário Esportivo!