Coluna do Gama: A despedida do Spider e a F1 de volta à Ímola
Por Redação
10:03 | 03/11/2020

Por: Pedro Gama

31 de outubro marcou o fim de uma era. Mundialmente conhecido como o dia do Halloween, não poderia ter sido feito em um dia melhor. O dia que Anderson Silva decidiu por fim a sua carreira tem como característica enaltecer as bizarrices que fogem do cotidiano. Um lutador que possui 34 vitórias (20 nocautes) em 45 lutas.

Dono do maior reinado (2006/2013), da maior invencibilidade e da maior sequência de vitórias (16) da história do UFC. Perdeu na sua última luta, indo de encontro a lógica e o seu cotidiano, assim como Halloween.

O tempo é implacável. Anderson com 45 anos não possui mais a mesma agilidade e os reflexos de antes, mas ficará marcado na memória de quem teve a oportunidade de vê-lo no octógono. Anderson perdeu para o único adversário que nunca perde entre os esportes, o tempo. Obrigado por tanto, Anderson “Spider” Silva.

Foto: Reprodução/UFC

Já no domingo, a Fórmula 1 retornou ao histórico circuito de Ímola na região da Bolonha, Itália. Vários pilotos prestaram as suas homenagens ao Ayrton Senna, dentre eles o francês Pierre Gasly que correu com o capacete do brasileiro.

Reprodução: Instagram/Gasly

Antes do treino de sábado (31) haviam vários rumores rondando o paddock. Devido às duas vagas da Haas estarem disponíveis para a temporada de 2021 e uma possível ida de Sérgio Pérez a segunda vaga da Red Bull.

No treino classificatório tivemos um final emocionante com Valteri Bottas conseguindo a pole na sua última volta, passando a linha de chegada já com os cronômetros zerados. No domingo não houveram muitas surpresas, vitória tranquila de Lewis Hamilton, como o mesmo tinha previsto no sábado. Bottas e o australiano Daniel Ricciardo completaram o pódio.

Com os resultados a Mercedes conquistou o seu sétimo campeonato de construtores, tendo vencido 11 de 13 corridas na temporada e alcançando um feito inédito. Superando os 6 títulos seguidos da Ferrari e estabelecendo uma nova marca. Vale destacar o péssimo fim de semana da Red Bull que espera um desempenho melhor no GP de Budapeste daqui duas semanas

Receba todas as notícias no seu WhatsApp!
Cadastre-se e faça parte da lista de transmissão do Diário Esportivo!