ADJ decide não disputar a Série B do Campeonato Baiano em 2021
Por Igor Novaes
7:01 | 30/03/2021

Em decisão divulgada no fim da noite desta segunda-feira (29), a diretoria da Associação Desportiva Jequié informou a desistência de participar da Série B do Campeonato Baiano na temporada de 2021.

De acordo com a diretoria do clube, três motivos pesaram na decisão: o momento atual da pandemia da Covid-19 na Bahia e no Brasil, a falta do dinheiro arrecadado a partir da venda de ingressos para os jogos – que responde por boa parte da renda do clube, além da situação financeira de empresas parceiras que foram afetadas pela crise econômica gerada pela pandemia, e a fórmula de disputa proposta pela FBF para o certame, que garante o acesso para a Série A estadual apenas ao clube campeão.

Time da ADJ que disputou o Baianão Série B de 2020. Clube decidiu não participar do certame nesta temporada. (Foto: Stúdio V6).

As inscrições para a disputa da competição começaram na última quarta-feira (24) e vão até o próximo dia 05 de abril, segunda-feira. Ainda não há informações de quais clubes já decidiram disputar a 2ª divisão. Confira abaixo, na íntegra, a nota divulgada pela diretoria da ADJ:

Nota oficial da Associação Desportiva Jequié. (Foto: divulgação).

NOTA OFICIAL

A Associação Desportiva Jequié (ADJ) decidiu, em reunião entre a diretoria e o Conselho Deliberativo, nesta segunda-feira, 29 de março, não participar do Campeonato Baiano série B 2021. Muitas razões levaram a ADJ a tomar essa decisão:

1 – Pandemia do novo Coronavirus: O momento ainda é critico. Não podemos ignorar a pandemia. Por mais que vacinas foram descobertas e estão sendo aplicadas nas pessoas, a doença continua avançando e causando óbitos. É importante preservarmos a vida, e garantirmos a integridade física dos atletas, funcionários, colaboradores e seus familiares.

2 – Situação financeira e econômica: A maior parte da renda da ADJ vem das arquibancadas. Com a pandemia e a necessidade de fechar os estádios para que a doença não avance, o Clube ficou sem a sua principal fonte de receita. A pandemia também atingiu setores da economia levando empresas a recorrerem a bancos para pedir ajuda, a fazerem demissões e até a encerrarem suas atividades, sendo assim, ficando inviabilizada a possibilidade de patrocínio ou parceria com o Clube, trazendo mais ainda dificuldades para a formação de elenco e toda logística para a disputa do Campeonato.

3 – Formato da disputa do Campeonato Baiano série B: A ADJ não concorda com o formato estabelecido pela Federação Baiana de Futebol. Não é de hoje que o Clube protesta contra esse formato. O justo é o acesso de 02 clubes para a série A, o que ficou garantido pela FBF em reunião ano passado, o que não foi cumprido em 2021. Além do mais, acreditamos que o ideal é que o formato seja também regionalizado, pois diminuiria custos.

Considerando todas essas questões elencadas, Diretoria e Conselho Deliberativo tomaram tal decisão. O foco de 2021 deverá estar na criação e organização das divisões de Base, dando oportunidade aos jovens de nossa cidade e a revelação de jogadores profissionais, fazendo o caminho “de baixo para cima”. A Categoria de Base vai organizar a ADJ e dar condições reais de disputa, permanência e briga por títulos da principal competição do futebol da Bahia, que é o Campeonato Baiano.

Diante desse cenário, que não é somente da ADJ e sim de vários Clubes da Bahia e do Brasil, sugerimos a não realização ou adiamento da competição para final de 2021. Caso isso aconteça e com novo formato da competição, voltaremos a analisar a nossa participação.

Para o momento esta é a atitude mais adequada a ser tomada. Pedimos a compreensão da torcida, de todos e principalmente a unidade para que no futuro tenhamos uma ADJ forte, competitiva e Campeã.

Jequié-BA, 29 de março de 2021

Atenciosamente,

Leur Lomanto Jr.
Presidente da ADJ

Jacó Almeida
Presidente do Conselho Deliberativo

Receba todas as notícias no seu WhatsApp!
Cadastre-se e faça parte da lista de transmissão do Diário Esportivo!